Busca

sábado, 19 de agosto de 2017

A mentira é o diabo, a verdade é a luz


Crônica do amanhecer

Hélcio Silva

(19 /08 / 2017)

Não sou juiz para julgar quem é o diabo. Só o povo poderá fazer o devido julgamento em 2018... E é uma tarefa difícil, quando a obra julgada parece em pecado constante...

O grupo do Sarney - cacique com mais de 50 anos de praça - detona o povo dinista, do governador Flávio. Usa, para isso, seu poderoso arsenal de comunicação... São ataques poderosos!

Mas o grupo de Flávio não deixa por menos. Os dinistas, com seus pelotões de brigadas, usam seus blogs bem alinhados - e até a Rádio Timbira, que é do Estado e não do Governo - com torpedos diários de porradas pra cima da sarneyzada... É a guerra!

No final da batalha conhecida como “Sermão aos Peixes”, guerra deflagrada no inicio de 2015, os flavistas destruíram, no confronto de 2016, a resistência de Coroatá, conhecida como “Quartel do Trator”.  Neste duelo, como saldo de guerra, o general Ricardo terminou por internar-se no Hospital do Silêncio.

O fim do império ricardista em Coraatá deixou pedaços de muradistas pra tudo de quanto é de cantos ou encantos que podeis imaginar...

Sim, encantos!... Os muradistas morreram encantados!

Assim está a guerra entre o flavismo e o sarneyismo, aqui no Maranhão.

E, agora, o Flávio aliou-se ao general Ciro que, ontem, em sua maluquice, durante a Semana do Economista, pregou a multiplicação dos Flávios pelo Brasil... "Ki" loucura! 

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Ciro Gomes!... Ciro, menos exultação exagerada!... Não conheces o Rei...



O que diria minha avó do teu dito?

Disseste - oh, Ciro!... - que o Brasil precisa produzir muitos Flávios Dinos...

Ciro - cara! – chega de sonho Eldorado! 

Contemplando o poder...

Barcelona: Papa acompanha e está unido em oração



Cidade do Vaticano (RV) – “O Santo Padre condena a violência cega que é uma ofensa gravíssima ao Criador e eleva sua oração ao Altíssimo para que nos ajude a seguir trabalhando com determinação pela paz e a concórdia no mundo”.

Após as declarações do Diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé no início da noite de quinta-feira manifestando a preocupação do Papa pelo atentado ocorrido em Barcelona, no telegrama enviado esta sexta-feira ao Arcebispo de Barcelona, Dom Juan José Omella y Omella, o Pontífice condena o atentado e exorta a seguir os esforços em favor da paz.

Francisco expressa ainda “seu mais profundo pesar pelas vítimas que perderam a vida em uma ação tão desumana e oferece sufrágios pelo descanso eterno”.

Na mensagem assinada pelo Cardeal Secretário de Estado, Pietro Parolin, o Papa diz que “nestes momentos de tristeza e de dor, quer fazer chegar também seu apoio e proximidade aos numerosos feridos, a suas famílias e a toda a sociedade catalã e espanhola”.

Com o desejo de que Deus “nos ajude a seguir trabalhando com determinação pela paz e a concórdia no mundo”, Sua Santidade “invoca sobre todas as vítimas, seus familiares e o querido povo espanhol, a Bênção Apostólica”.

No início da noite de quinta-feira o porta-voz do Vaticano, Greg Burke, havia divulgado um comunicado dizendo que "O Santo Padre está ao lado do povo espanhol, especialmente dos feridos e das famílias das vítimas”.

A Igreja espanhola condena

Proximidade e oração pelas vítimas e suas famílias, apoio à sociedade e às forças policiais e firme condenação do atentado: assim os bispos do país se expressam em nota difundida logo após o ataque que abalou a cidade. Segundo fontes oficiais, são 13 os mortos e 80 os feridos, dos quais 15 em estado grave.

“Diante deste episódio trágico e abominável – consta na nota – a Conferência Episcopal Espanhola condena toda demonstração de terrorismo, prática intrinsecamente perversa, totalmente incompatível com a visão moral da vida. Não apenas lesa seriamente o direito à vida e à liberdade, mas é a mais dura demonstração de intolerância e totalitarismo”.

“Pedimos a todos os fiéis que elevem orações a Deus para que conceda o descanso eterno aos falecidos, restabeleça a saúde das outras vítimas, dê consolo às famílias e preencha de paz o coração das pessoas de boa vontade, a fim de que nunca mais se repitam atos tão deploráveis”, encerra o comunicado.

Reações

Líderes políticos de todo o mundo, personalidades artísticas e esportivas, instituições prestaram solidariedade às vítimas e muitos recorreram às redes sociais para deixar registrado seu repúdio ao ato e suas condolências às famílias da vítimas.

O Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque, que deixou 14 mortos e 80 feridos no calçadão da Rambla na capital da Catalunha.

Viva o Eldorado do Rei!!!


Crônica da manhã

Hélcio Silva

(18 / 08 / 2017)

Diz a turma do Sarney, no Jornal do Sarney, que quanto mais o governador Flávio Dino apresenta um argumento querendo justificar o escandaloso caso da Clínica Eldorado, mais se complica:

Um Flávio complicado!!!...

Diz a sarneyzada que quanto mais mexe, mais fede!...

Pelo que li no Estado Maior de Hoje, coluna do Jornal do Sarney, entendi, rapidamente, que a coisa tá fedorenta...

Ah!... Nem percebi na primeira leitura, logo ao amanhecer... Mas, pelo meio da manhã, vi o Estado Maior espantado com Márcio Jerry... Um Jerry calado!...

Diz o Estado Maior que Márcio Jerry mantém-se calado, recolheu-se ao refúgio do silêncio:  nada fala sobre a Clínica!

Maldade da sarneyzada com o Visconde!!!...

Logo o Visconde - cotidianamente presente em todos os dias dos dias todos nas páginas do twitter - não fala... Botou tranca na língua...

Fala visconde!... Tá calado por quê?

E eu pergunto o porquê do silêncio e ninguém me responde...

Ainda escreverei uma crônica sobre o silêncio do visconde “em tempos de Eldorado”...

Será “ki” será?!!!

Vou pensar... E devo pensar, pois que, o Visconde é o homem forte do Reinado do Flávio...

Viva o Eldorado do Rei!!!

Ex-deputado Cândido Vaccarezza é preso na Lava Jato

Da Veja


A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira duas fases da Operação Lava Jato – 43ª e 44ª – e cumpre mandados em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Santos. Um dos pedidos de prisão temporária expedidos pelo juiz Sergio Moro tem como alvo o ex-deputado federal Cândido Vaccarezza, que já foi detido.

É a primeira vez na história da operação que a PF realiza duas fases ao mesmo tempo.

Agentes cumprem 46 ordens judiciais – seis prisões temporárias, 29 buscas e apreensões e onze conduções coercitivas. As operações foram denominadas Sem fronteiras e Abate. Vaccarezza foi preso na Abate

Bolsonaro levou uma ovada em lanchonete

OVO NO PEITO... “Ki” coisa!

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) levou uma ovada enquanto percorria as ruas de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, na tarde desta quinta-feira.

Em um vídeo publicado na sua página do Facebook, Bolsonaro está em uma lanchonete cumprimentando e tirando fotos com apoiadores, quando uma mulher chega, toca no seu ombro e, depois de ele se virar, quebra um ovo no seu peito.

A manifestante foi afastada aos gritos pelos seguranças de Bolsonaro. Posteriormente, ele foi à Polícia Civil registrar um boletim de ocorrência da agressão.

Bretas manda prender de novo empresários que Gilmar soltou



Li agora, na manhãzinha de hoje, nas páginas do Estadão:

Pouco depois de o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), conceder habeas corpus ao empresário Jacob Barata Filho e ao ex-presidente da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio (Fetranspor), Lélis Teixeira, o juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, expediu novos mandados de prisão contra ambos. Assim, os dois permanecerão presos.

Polícia mata cinco suspeitos perto de Barcelona

Da Veja


Cerca de nove horas após o atentado que matou 13 pessoas em Barcelona, a polícia catalã informou que suas equipes de emergência conduziram uma operação na cidade de Cambrils contra um ataque terrorista e os cinco suspeitos foram mortos.

Os policiais trocaram tiros com os terroristas antes de abatê-los. O atendimento emergencial espanhol confirmou que sete pessoas ficaram feridas no enfrentamento, entre elas um policial. Um dos feridos se encontra em estado grave.

Segundo a imprensa local, os terroristas carregavam explosivos e planejavam um novo atentado. O incidente aconteceu por volta da 1h30 da manhã de sexta-feira no horário local (20h30 de quinta em Brasília) na zona portuária de Cambrils, localizada a cerca de cem quilômetros de Barcelona.

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

ONU condena ataque que matou 13 pessoas em Barcelona

Em nota, secretário-geral disse esperar que responsáveis por "violência hedionda" sejam rapidamente levados à justiça; dezenas de pessoas ficaram feridas após serem atingidas por uma van na região das Ramblas.


Laura Gelbert Delgado, da ONU News em Nova Iorque.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, condenou o ataque terrorista desta quinta-feira em Barcelona, na Espanha.

De acordo com a polícia e autoridades locais, 13 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas após uma van foi em direção a várias pessoas nas Ramblas, região turística da cidade.

Violência hedionda

Em nota emitida por seu vice-porta-voz, António Guterres enviou condolências às famílias e amigos dos que morreram e ao governo e população da Espanha.

O secretário-geral desejou rápida recuperação aos feridos e espera que os responsáveis por essa "violência hedionda" sejam rapidamente levados à justiça.

O comunicado afirma a solidariedade das Nações Unidas com o governo espanhol em sua luta contra o terrorismo e o extremismo violento.

Cardeal italiano representará o Papa em Aparecida



Cidade do Vaticano (RV) - Será o cardeal italiano Giovanni Battista Re, Prefeito emérito da Congregação para os Bispos e Presidente emérito da Pontifícia Comissão para a América Latina, a representar o Papa nas celebrações do III Centenário do achado da imagem de Nossa Senhora Aparecida no Santuário Nacional, entre 10 e 12 de outubro próximos.

A nomeação foi anunciada na manhã de 5ª feira (17/08) pelo Vaticano.

Ligação com Aparecida é antiga

Cardeal desde 2001, em 2007 Dom Giovanni Battista Re foi o Presidente da V Conferência do Episcopado Latino-Americano, em Aparecida.

Em 2010, alcançando o limite de idade previsto de 75 anos, renunciou aos cargos de Prefeito da Congregação para os Bispos e de Presidente da Pontifícia Comissão para a América Latina, que ocupava desde 2000.

Em 27 de fevereiro de 2011, representou o Papa Bento XVI na Dedicação Solene da 
Catedral de Santa Maria Mãe de Deus em Castanhal, no Pará. 

Em 2013, presidiu o Conclave que elegeu o Papa Francisco e, atualmente, é o vice-Decano do Colégio de Cardeais.

O Jubileu Mariano no Brasil

A imagem milagrosa de Nossa Senhora Aparecida foi encontrada no rio Paraíba do Sul no ano de 1717. 

As comemorações dos ‘300 anos de Bênçãos’ de Nossa Senhora Aparecida tiveram início no dia 12 de outubro de 2016 e para celebrar esse grandioso tricentenário, o Santuário Nacional está promovendo uma programação especial de devoção e obras de fé.

Caos estabelecido na educação pública de São Luís...

Cadê o Prefeito? Cadê o Prefeito da cidade? Quem viu? Quem sabe onde ele está?

Segundo o deputado Wellington, mais de 20 escolas ainda não começaram o semestre letivo...

Fala alguma coisa, Edivaldo Junior!!!!... Fala, Junior!!!

Vejam a notícia:

O deputado Wellington afirma que mais de 20 escolas ainda não começaram o semestre letivo

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) voltou a cobrar, na manhã desta quinta-feira (17), um posicionamento por parte da Prefeitura de São Luís diante do que ele classificou como "caos estabelecido na educação pública". De acordo com o parlamentar, há 17 dias os professores da Rede Municipal de Ensino iniciaram greve por tempo indeterminado e, até o presente momento, a Prefeitura, segundo ele, sequer sinalizou vontade em ouvir a categoria e solucionar o problema.

Sobre a situação, o deputado Wellington, que desenvolve o projeto “De Olho nas Escolas”, mencionou várias escolas que não iniciaram o segundo semestre de 2017.

"Nós conhecemos a realidade das escolas públicas municipais e estaduais. Visitamos várias escolas e o que constatamos foi a precariedade. A falta de infraestrutura, sem as condições básicas para funcionamento. O que se estabeleceu foi um verdadeiro caos na educação: professores em greve há 17 dias e mais de 20 escolas ainda nem começaram o semestre letivo  Encaminho aqui ao Prefeito a solicitação que não é minha, mas sim de pais que estão desesperados e revoltados com a possibilidade de seus filhos perderem o ano letivo”, disse Wellington.

Entre as escolas municipais já visitadas pelo deputado Wellington, estão a UEB Jackson Lago; UEB Profº Nascimento de Moraes; UEB Profº Mata Roma, entre outros.

O GOVERNADOR FLÁVIO DINO ESTÁ NUM BECO SEM SAÍDA...

O dinheiro envolvendo o caso da Clínica Eldorado é dinheiro Público... Já virou escândalo nacional... O governador precisa dar um esclarecimento melhor ao povo do Maranhão, independente do que será apurado... O Ministério Público precisa entrar neste caso, pois, se trata de interesse público...  Como cidadão, defendo a instalação de uma CPI urgente.

Publico aqui no meu blog o texto abaixo que define a posição  do deputado Eduardo Braide sobre o assunto:

“Era melhor o Governo do Estado ter feito uma parceria com a Santa Casa”, afirma Eduardo Braide

O deputado Eduardo Braide criticou, na sessão desta quinta-feira (17), a forma como o Governo do Estado vem tratando da questão do Hospital de Traumatologia e Ortopedia do Maranhão (HTO), ao efetuar o pagamento de aluguel da antiga Clínica Eldorado, fechada para reforma há mais de um ano. O assunto foi destaque na imprensa nacional nos últimos dias. Para o parlamentar, o Governo do Estado deveria ter realizado parceria com a Santa Casa de Misericórdia, localizada no centro de São Luís.

“Nós sabemos a deficiência de leitos de UTI na capital. E desde o ano passado que eu venho cobrando; a Santa Casa de Misericórdia tem 11 leitos de UTI prontos há quatro anos, sem a necessidade de nenhuma reforma. Os aparelhos ainda todos no plástico, prontos para serem usados. O Governo tenta justificar o pagamento do aluguel da Clínica Eldorado como uma parceria. Ora, não seria muito melhor fazer a parceria com a Santa Casa, que é um hospital que está construído, pronto? Que além dos 11 leitos de UTI, tem mais 400 leitos e que fica ao lado do Socorrão I?  Mas não. O Governo preferiu investir dinheiro público em propriedade particular”, afirmou Eduardo Braide.

Ainda no pronunciamento, o deputado mostrou que o governador não conseguiu se explicar em sua defesa sobre o caso.

“O governador citou o Art. 35 da Lei do Inquilinato pra dizer que o que está sendo feito na Clínica Eldorado vai ser indenizado. Qualquer corretor de imóveis ou estudante de direito sabe que esse artigo estabelece que havendo disposição contratual em sentido contrário, não haverá indenização. E é isso que reza o contrato feito com a clínica. Como se não bastasse, o contrato de aluguel também diz que as despesas com colocação de forro, pintura e parte elétrica teriam que ser realizadas pelo dono do imóvel. Mas ao contrário disso, o Governo do Estado ao tentar se defender divulgou ontem um vídeo onde uma engenheira responsável pela reforma afirma que esses serviços foram executados pelo próprio Governo. Mais uma vez o Governo usa recursos públicos onde não deveria”, destacou Braide.

Finalizando o discurso, o deputado voltou a cobrar a parceria do Governo do Estado com a Santa Casa de Misericórdia.

“Em vez de gastar mais de R$ 2 milhões em uma clínica particular que até hoje nunca funcionou um dia sequer, o Governo deveria fazer uma parceria com a Santa Casa de Misericórdia. Volto a dizer, essa seria uma parceria mais barata para o Estado e mais rápida para os maranhenses, que já estariam sendo atendidos no hospital”, concluiu Eduardo Braide.

SAÚDE PÚBLICA EM SÃO LUÍS CONTINUA UM CAOS

Pacientes fazem fila para tentar marcar consultas e exames em São Luís...

Segundo os pacientes, para conseguir as senhas que seriam distribuídas nesta quinta-feira (17), muitas pessoas estão guardando um lugar na fila desde a semana passada.

Onde está o prefeito da cidade?

SEGURE AS TAMANCAS...

Li esse texto abaixo, agorinha, na coluna do jornalista Cláudio Humberto:

CUIDADO, PERIGO!

Circula nas redes sociais e Whatsapp um aviso aos alagoanos sobre o próximo dia 20: “Feche a porta, tranque o portão, solte os cachorros, ligue a cerca elétrica e alarme, guarde economias e cartões de crédito, feche seu comércio: Lula estará em Penedo, Arapiraca e Maceió”.

FARINHA POUCA


Edson Vidigal

Não houvesse o voto obrigatório, como sói acontecer nas democracias mais consistentes, quem dentre nós, a estas alturas das engendrações, estaria desperdiçando tempo em saber como serão ou deixarão de ser as regras para as eleições do ano que vem?

Assim como em fevereiro tem carnaval, no Brasil a cada dois anos tem eleições. Brincar o carnaval, festa da iniciativa popular, é facultativo. Votar nas eleições, o que deveria constituir-se em legitimação da vontade popular, é obrigação.

No regime militar, chamávamos de casuísmo as mudanças de regras que se repetiam antes de cada eleição.

Os crâneos do regime, entre os principais leia-se Golbery e Leitão, percebendo que o Governo estava próximo de ser derrotado nas urnas, logo cuidavam de ir mudando as regras.

Assim, cada Estado que se representava através de dois Senadores no grande conselho federativo, também chamado de Câmara Alta, teve aumentada em mais um Senador a sua bancada, sendo que esse mais um não era eleito pelo voto obrigatório e direto, mas pelo voto indireto dos Deputados Estaduais.

O voto indireto servia também para nomear os Governadores, já que pelo mesmo modelo eram eleitos entre aspas os Presidentes da República, na verdade ungidos previamente por um alto comando militar, recaindo a escolha sempre num general de quatro estrelas.

Existiam apenas dois partidos, um para o Governo, outro para a Oposição.

O primeiro presidente do partido do regime militar, a Aliança Renovadora Nacional, logo batizada de Arena, foi um civil, o Deputado Rondon Pacheco, de Minas.

Já o primeiro presidente do partido de oposição ao regime militar, o Movimento Democrático Brasileiro, popularmente conhecido como MDB, foi um General, Oscar Passos, Senador pelo Acre.

Quando o MDB crescia como uma onda irreversível na preferência popular, os cientistas do regime militar cuidaram de propor ao Congresso a extinção dos dois partidos.

A anistia inarredável traria de volta ao cenário antigas e conhecidas figuras como Brizola, Prestes, Jânio, Arraes e outras menos votadas como Julião, dentre outros.

Então, dizia-se, era imprescindível uma reformulação partidária que incluísse a extinção do MDB e da Arena, possibilitando-se o surgimento de novos partidos. A longo prazo, deu nessa feira que tem de tudo.

Outras invenções saíram das cartolas dos mágicos do regime militar, cabendo registrar que os ilusionistas eram, na maioria, civis. Para barrar a Oposição o casuísmo inventou até o voto vinculado também conhecido como voto camarão.

Esse voto vinculava os candidatos de um mesmo partido. De Vereador a Senador o eleitor não poderia fazer suas escolhas entre a diversidade partidária. Isso quebrou o Partido Popular, de centro, liderado pelo Senador Tancredo Neves, mas não o impediu de ser eleito Governador de Minas pelo PMDB e, em seguida, Presidente da República no Colégio Eleitoral pelo qual se proclamava a legitimidade dos Presidentes militares.

Agora, o Congresso, essa Câmara e esse Senado que aí estão, se ocupam numa reforma política e eleitoral cujas regras valerão já para a próxima eleição.

Dentre as novidades, o voto majoritário para os cargos legislativos. Cada Estado vira um Distrito Eleitoral. E serão eleitos apenas os mais votados conforme o número de cadeiras disponíveis para cada unidade federativa.

A única vantagem do distritão é que pode acabar com esses partidos, falsos partidos, muitos dos quais não são mais que pequenas empresas privadas imersas em grandes negócios públicos e privados.

O casuísmo dessa reforma agora não é para implodir a oposição. Agora é para implodir as últimas esperanças do Povo brasileiro num regime sob eleições. Eleições? Mas que eleições? A deles. Eles só pensam neles. Primeiro, eles.

Edson Vidigal, advogado, foi Presidente do Superior Tribunal de Justiça e do Conselho da Justiça Federal.